Notícias - Agrobit

Clique sobre os títulos abaixo para exibir as informações.

01/11/2021 - TCS traz inovação ao Brasil para transformar o mercado de créditos de carbono na agricultura

Entre os temas que serão discutidos na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, a COP26, está o mercado de créditos de carbono, que começa a avançar no Brasil. A Tata Consultancy Services (TCS), organização global líder em serviços de TI, consultoria e soluções de negócios traz ao Brasil a solução Digital Farming Initiatives (DFI) ou Iniciativa de Agricultura Digital que, por meio de tecnologias avançadas de sensoriamento remoto e IoT, permite aos agricultores brasileiros inovarem neste novo mercado.


Após executar um programa piloto nos Estados Unidos, a TCS traz ao país a possibilidade de usar a plataforma DFI para entrar de vez no mercado dos créditos de carbono por meio da agricultura. A oportunidade surgiu pela técnica do sequestro de carbono. O processo utiliza a fotossíntese das plantas para fixar o carbono da atmosfera no solo, produzindo carbono orgânico. Técnicas agrícolas garantem que esse carbono orgânico não escape de volta para atmosfera e gerem créditos de carbono, que podem ser vendidos a empresas.

De acordo com Keiichi Harasaki, Diretor de Tecnologia da TCS, por ser um dos países com mais terras agricultáveis no mundo, o Brasil possui um grande potencial no mercado de créditos de carbono. "Com essa prática, o potencial de mercado somente de áreas agrícolas de soja e milho, estimadas em 57,35 milhões de hectares, geraria cerca de 1,76 bilhões de dólares por ano no Brasil, considerando uma cotação média do mercado voluntário de carbono de 3,13 dólares por tonelada. Com a integração Lavoura-Pecuária-Floresta, que poderia ser aplicada a mais de 474 milhões de hectares em propriedades rurais, o potencial do mercado de crédito de carbono é estimado em cerca de 8,78 bilhões de dólares no Brasil", afirma.

O mercado no Brasil está atualmente focado em unidades de reflorestamento, já que o processo para a emissão dos créditos de carbono exige um pouco mais de investimento. Para transformar este processo, a TCS está usando sensores IoT no solo e satélites para convergir dados, baixando o custo da certificação e criar uma nova fonte de renda para o agricultor brasileiro.

"O governo dos Estados Unidos planeja investir um bilhão de dólares na criação de um Banco de Carbono para estimular práticas agrícolas regenerativas voltadas aos produtores rurais, fazendeiros e empresas de reflorestamento, que poderiam vender os créditos de carbono por cerca de 20 dólares por tonelada. Na Europa os valores já chegaram a atingir picos de 57 euros por tonelada de carbono, e no Brasil a tonelada poderia custar a metade da cotação americana. Estima-se que o Brasil possa atingir de 30% a 40% do mercado mundial de 167 bilhões de dólares por volta de 2030. Esse número pode crescer ainda mais com o avanço do mercado na agricultura, que é mais recente e ainda desenvolve os protocolos", explica Keiichi.

Com inovação e tecnologia, a TCS é parceira de transformação do agronegócio brasileiro, e está pronta para o desenvolvimento do mercado de créditos de carbono no país por meio da plataforma DFI, e estará apresentando a solução e compartilhando o seu ponto de vista e sua experiência durante a AgroBIT, o maior evento de inovação e tecnologia para o agro no país que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro de 2021 em Londrina, PR.

Sobre DFI

A plataforma DFI foi criada há 14 anos para atender pequenos agricultores, partindo de uma iniciativa social. O projeto se expandiu para atender todo o ecossistema, desde cooperativas até instituições financeiras, que podem avaliar créditos agrícolas com base nas informações da plataforma.

A plataforma utiliza satélites que permitem aos agricultores enxergarem o plantio de uma região inteira, a participação de mercado, estimar a venda de insumos agrícolas, sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas, além de distinguir o tipo de plantação pela área.

Sobre a Tata Consultancy Services (TCS)

A Tata Consultancy Services é uma organização de serviços de TI, consultoria e soluções de negócios que tem feito parceria com muitas das maiores empresas do mundo em suas jornadas de transformação por mais de 50 anos. A TCS oferece um portfólio integrado liderado por consultoria, impulsionado pela cognição, de serviços e soluções de negócios, tecnologia e engenharia. Isto é fornecido por meio de seu modelo de entrega Localização Independente Ágil™, reconhecido como uma referência de excelência em desenvolvimento de software.

Como parte do Grupo Tata, o maior grupo multinacional de negócios da Índia, a TCS tem mais de 528 mil dos consultores mais bem treinados do mundo em 46 países. A empresa gerou receitas consolidadas de US$ 22,2 bilhões no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2021 e está listada na BSE (antiga Bolsa de Valores de Bombaim) e na NSE (Bolsa de Valores Nacional) na Índia. A postura proativa da TCS em relação às mudanças climáticas e o trabalho premiado com comunidades em todo o mundo garantiram a companhia um lugar nos principais índices de sustentabilidade, como o MSCI Global Sustainability Index e o FTSE4Good Emerging Index.

Para mais informações, visite?www.tcs.com

Para mais informações da TCS na América Latina, siga-nos em

LinkedIn - TCS América Latina

Twitter - TCS América Latina

Mais informações:
Hill + Knowlton Strategies

Assessoria de imprensa da TCS no Brasil
Clarissa Avelar - clarissa.avelar@hkbrasil.com.br
Pedro Ramos - pedro.ramos@hkbrasil.com.br

03/11/2021 - No Novas tecnologias do xarvio® são tema do AgroBIT Brasil

Considerada uma das maiores feiras tecnológicas do agronegócio do Brasil, o AgroBIT Brasil acontece nos dias 9 e 10 de novembro. Realizado de maneira 100% virtual, essa é a quarta edição do evento. A equipe do xarvio participa no dia 9 de novembro à tarde com uma palestra sob o tema, "Sustentabilidade na prática, do plantio à colheita".


O xarvio é uma marca da BASF que desenvolve soluções digitais inovadoras para ajudar os agricultores a aproveitarem ao máximo o potencial de seus talhões. Diante disso, é possível aumentar eficiência, economizar tempo, otimizar os insumos para proteção de cultivos e contribuir para uma agricultura cada vez mais sustentável.

Sob o tema "Sustentabilidade na prática, do plantio à colheita", Ricardo Arruda, gerente técnico de Soluções para Agricultura da BASF, falará sobre a potencialização do uso integrado das soluções tecnológicas. "O agricultor consegue ter um bom controle do que acontece na sua lavoura, tomando, assim, melhores decisões para o seu negócio, do plantio à colheita. Temos evoluído cada vez mais para tornar o campo um lugar onde a tecnologia trabalha a favor da produtividade", pondera Ricardo Arruda.

O evento, promovido pela FB Eventos acontece de 9 a 10 de novembro. A edição de 2021 será totalmente online, em uma plataforma interativa com conteúdo exclusivo, muitos expositores e salas de networking virtual.

Mais informações sobre a marca de agricultura digital da BASF em:

Site Oficial | Instagram | Facebook | Plataforma Visão xarvio®

Sobre a BASF Digital Farming GmbH A BASF Digital Farming está na vanguarda da transformação digital da agricultura, otimizando a produção agrícola. É a marca xarvio® Digital Farming Solutions que oferece produtos digitais baseados em uma plataforma líder de modelagem de cultivos, que oferece consultoria agronômica independente e específica para a zona do campo, possibilitando que os agricultores produzam de maneira mais eficiente e sustentável. Os produtos xarvio® SCOUTING, FIELD MANAGER e HEALTHY FIELDS estão sendo usados por agricultores em mais de 100 países. O xarvio® FIELD MANAGER é usado por 60.000 agricultores (área total de mais de 7 milhões de ha) em 17 países, e o xarvio® SCOUTING é usado por mais de 4 milhões de agricultores e consultores. Para obter mais informações, visite www.xarvio.com/br ou qualquer um de nossos canais de mídia social: YouTube, Facebook, Instagram e LinkedIn.

Sobre a divisão de Soluções para Agricultura da BASF

Com uma população em rápido crescimento, o mundo está cada vez mais dependente da nossa capacidade de desenvolver e manter uma agricultura sustentável e ambientes saudáveis. Trabalhando com agricultores, profissionais agrícolas, especialistas em gestão de pragas e outros, é nosso papel ajudar a tornar isso possível. É por isso que investimos em uma forte estrutura R&D e em um amplo portfólio, incluindo sementes e melhoramento genético, proteção química e biológica de cultivos, manejo do solo, fitossanidade, controle de pragas e agricultura digital. Com equipes de especialistas em laboratório, campo, escritório e produção, conectamos pensamento inovador e a ação realista para criar ideias do mundo real que funcionam - para agricultores, sociedade e o planeta. Em 2020, nossa divisão gerou vendas de ?7,66 bilhões. Para mais informações, visite www.agriculture.basf.com ou qualquer um dos nossos canais de mídia social

Sobre a BASF

Na BASF criamos química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 110 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 6 segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição e Care e Soluções para Agricultura. A BASF registrou vendas de ?59 bilhões em 2020. As ações da BASF são comercializadas na bolsa de valores de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts (BASFY) nos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.basf.com.

05/10/2021 - Integrada, futuro com inovação

A Integrada Cooperativa Agroindustrial completou 25 anos em 2020. A trajetória da cooperativa se consolidou em bases especialmente fundamentadas em inovação, espírito cooperativista e sustentabilidade.


A Rota 843, o planejamento estratégico da Integrada para o ciclo 2021/2025, é a certeza de que o caminho para o futuro já começou.

A Integrada fechou 2020 com 4,4 bilhões de reais em faturamento. Com a Rota 843, almeja 8 bilhões em faturamento, 4% de resultado e 3 de alavancagem até 2025. Nesse cenário, a Rota 843 tem como um dos pilares a inovação, para a criação de soluções de excelência e inteligência competitiva.

A cooperativa avança em sua estratégia, com foco em inovação aberta. O princípio é a busca de parceiros externos, como startups e universidades, para a resolução de problemas e desenvolvimento de soluções inovadoras. A proposta busca produtividade com rentabilidade para o cooperado e para cooperativa. Além de eficiência comercial, operacional, técnica e administrativa para a organização.

Além das parcerias, a cooperativa mantém o programa Conexão Integrada, criado em 2019 para testar soluções inovadoras para o agronegócio.

Nesse cenário, a parceria mais recente é com o primeiro hub londrinense voltado para o agronegócio. O Cocriagro concentra startups focadas em oferecer respostas nesse segmento. A Smart Farm é o braço experimental do hub, e vai testar soluções ligadas a plantio, sob coordenação técnica da Integrada.

Outra parceria importante foi firmada com o AgTech Garage, principal hub nacional de inovação, pioneiro ao se especializar no agronegócio. Reúne mais de 50 grandes empresas parceiras, e mais de 800 startups estão conectadas em sua comunidade virtual.

A Integrada também é parceira do HUB de Inteligência Artificial do Senai desde 2019. A primeira turma, 19/20, desenvolveu estratégias de suporte para tomada de decisões sobre questões ligadas a colaboradores, cooperados e produção agrícola. O contrato foi renovado para a turma 21/22. As temáticas seguem alinhadas com os objetivos estratégicos da cooperativa.

Vale ressaltar que a cooperativa participa ativamente do ecossistema de inovação de Londrina por meio do AgroValley, governança do agro, e da colaboração em eventos locais, regionais e nacionais.

O caminho para o futuro, a Integrada percorre diariamente.

08/10/2021 - Sicredi União PR/SP participa do Agrobit Brasil Evolution

A Sicredi União PR/SP é parceira do Agrobit Brasil Evolution, um dos grandes eventos com foco em inovação para o agronegócio realizado no país. Esta é a quarta edição - sendo duas presenciais, com o nome Agrobit Brasil, e agora será a segunda virtual, denominada Agrobit Brasil Evolution - e desde a primeira delas a cooperativa apoia e incentiva a realização do evento, que tem como objetivo principal discutir o potencial transformador das inovações e tecnologias em Agricultura. Este ano, o Agrobit será nos dias 9 e 10 de novembro, no formato Virtual Experience, das 8h30 às 18 horas.


Dentro da programação, o gerente de Desenvolvimento do Agronegócio da cooperativa, Vitor Pasquini, participa como palestrante no dia 10 de novembro, às 15 horas. O tema será Bureau Verde e o Futuro do Crédito Rural.

O Bureau Verde foi anunciado, recentemente, pelo Banco Central. A regulamentação, que foi objeto da consulta pública nº 82/2021, estabelece critérios de sustentabilidade aplicáveis na concessão do crédito e, também, a classificação de empreendimentos dentro destes parâmetros, sendo: empreendimentos que não poderão ser financiados com crédito rural (ex.: Imóveis onde houve desmatamento ilegal; autuação por trabalho análogo à escravidão etc.); empreendimentos que poderão ser financiados com crédito rural, mas que configuram risco socioambiental (ex.: Imóveis com embargos de sobreposição, etc.);e empreendimentos financiados com crédito rural que poderão ser classificação de operação sustentável (ex.: Agricultura de Baixo Carbono; outorga de Água; utilização de energia renovável, etc).

A realização do Agrobit é da Sociedade Rural do Paraná, Sebrae, FB Group - Eventos e?Agro?Valley Londrina. E tem várias instituições importantes de todo o Brasil como apoiadora, entre elas a Sicredi União PR/SP.

A intensa programação contém conteúdo exclusivo de palestras de alto nível, distribuídas em três arenas simultâneas - AgroFuturo, AgroBIT Carreira e SmartFarm Mapa Conecta", explica a coordenadora geral do AgroBIT Brasil Evolution, Daiana Bisognin Lopes. Estão em discussão as agroinovações aplicadas ao dia a dia do produtor rural com imersão na jornada que inicia no manejo do solo passando pelas culturas, aplicação de defensivos, controle biológico, irrigação, genética, colheita, armazenamento, logística, rastreabilidade, marketplace, exportações e outros temas importantes como Bureau Verde, ESG, Sucessão familiar, foodtech, cooperativismo entre outros, explica Daiana.

Para a Sicredi União PR/SP, o apoio ao Agrobit vem ao encontro de um de seus desafios, que é levar tecnologia acessível a seus associados. "Eventos como esse ajudam a levar informação e inovação para o campo", comenta o presidente da cooperativa, Wellington Ferreira, lembrando que a Sicredi União PR/SP integra a Cocriagro - , hub de inovação âncora do parque tecnológico SRP Valley, em Londrina, e também a AgTech Garage, em Piracicaba.

O Agrobit Evolution será virtual. Mais informações estão disponíveis no endereço eletrônico https://www.agrobitbrasil.com.br/, onde também os interessados devem ser inscrever.

11/10/2021 - Mais uma vez o Sistema FAEP/ SENAR PR marca presença na programação do AgroBIT Brasil, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação para o agronegócio nacional.

Mais uma vez o Sistema FAEP/ SENAR PR marca presença na programação do AgroBIT Brasil, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação para o agronegócio nacional.


Assim como na primeira edição, onde o SENAR PR lançou um dos seus cursos mais demandados atualmente, de operação de Drones, na edição deste ano o destaque é para o lançamento do curso Online sobre o software Q-GIS, utilizado no processamento digital das imagens, com foco no acesso às base de dados cartográficos de maior interesse no meio rural. Outro destaque vai para o tema da geração de energia alternativa no campo e a experiência do Centro de Treinamento Agropecuário de Assis Chateaubriand, com a recente instalação da usina fotovoltaica Nelson Paludo, em homenagem ao líder rural ligado da região, com inúmeras contribuições ao setor agropecuário. Estarão ainda em destaque os temas da sucessão familiar, os cursos recém lançados da área de agricultura de precisão e os Programas de Inspeção Periódica de Pulverizadores (IPP) e Manejo Integrado de Pragas (MIP) que trazem o foco na sustentabilidade das propriedades rurais.

13/10/2021 - New Holland leva ao AgroBIT Brasil 2021 inovação e conectividade para todos os perfis de produtores

A New Holland Agriculture, marca da CNH Industrial, levará à quarta edição do AgroBIT Brasil - um dos maiores eventos do país com foco em inovação para o agronegócio - suas apostas em tecnologia voltadas para a agricultura digital e conectividade. O AbroBIT Brasil ocorrerá nos dias 9 e 10 de novembro com transmissão on-line pelo site www.agrobitbrasil.com.br. A edição 2021 do evento trará muitas novidades e a participação de especialistas nacionais e internacionais. Além de debaterem sobre as principais tendências do setor, eles irão apresentar cases, soluções, tendências e novas oportunidades para o agro.


Reconhecida como inovadora, a New Holland aposta na agricultura digital como uma ferramenta para facilitar a vida do produtor. "Temos sempre a solução ideal para qualquer perfil de agricultor, não importando o tamanho da operação agrícola. É com muito orgulho que levaremos essa nossa expertise para o AgroBIT 2021, pois somos uma marca que aposta na tecnologia e na proximidade com o cliente para melhorar a produtividade da sua lavoura e reduzir os custos", afirma Rafael Miotto, vice-presidente da New Holland Agriculture para a América do Sul.

Recentemente, a marca lançou no mercado brasileiro a nova linha de tratores T8 e T9 PLM Intelligence, que conta com uma arquitetura eletrônica embarcada de fábrica totalmente remodelada e voltada para a agricultura digital, conectada e de alta performance. Os tratores T8 e T9 PLM Intelligence trazem um novo conceito que busca melhorar a eficiência, entregando maior produtividade com menor custo operacional

O PLM (Precison Land Management) Intelligence traz, entre outros benefícios, um conjunto de alta tecnologia e capacidade para atender a demanda por agricultura de precisão do campo. A conectividade total destes tratores possibilita, por exemplo, uma melhor gestão da frota, seu controle e suporte nas operações agrícolas, já que estarão totalmente conectadas com os novos portais da marca, o MYNEWHOLLAND, de suporte e treinamento, e o MYPLMCONNECT, de telemetria.

"Com essa tecnologia 100% conectada, o produtor rural vai economizar em sementes, defensivos químicos, combustível e, ao mesmo tempo, aprimorar a gestão da frota de máquinas, otimizando assim o tempo das operações agrícolas e da mão de obra, tendo sempre em mãos informações importantes que vão ajudá-lo a fazer a tomada de decisão em tempo real e gerir da melhor forma possível a propriedade", explica Miotto.

Soluções para pequenos e médios produtores

Como marca que possui a solução ideal para todos os perfis de agricultores, independentemente do tamanho da operação agrícola, a New Holland dispõe de uma série de ferramentas que podem auxiliar pequenos e médios produtores a trazer maior precisão para suas máquias, e que podem ser instaladas posteriormente.

Entre essas ferramenta estão os monitores de entrada, como a Barra de Luz (FM750 e Ez Guide-250), que oferece funções básicas de orientação de alta qualidade. Trata-se de uma solução para os agricultores que estão começando a se familiarizar com agricultura digital. Com a barra de luz?, é possível fazer o mapeamento de bordaduras, pontos, linhas, forma livre e áreas.

Já o monitor de entrada com sistema Android (XCN-750) oferece um processo de instalação simplificado, que proporciona acesso a direção automatizada e ao controle de aplicações para as fazendas. Possui interface simples e amigável, otimizando o gerenciamento das operações.

Outra solução é o piloto automático elétrico (EZ-PILOT™ e EZ-Steer®), de direção assistida, que pode ser instalada na maioria das marcas de tratores, pulverizadores e colheitadeiras. O piloto automático é fácil de transferir entre máquinas e mantém o veículo alinhado, proporcionando maior precisão no dia a dia da lavoura.

Para elevar a precisão ao melhor nível, estão disponíveis também os sinais de correção, cuja assinatura de sinal o agricultor pode adquirir de acordo com a necessidade da sua aplicação pelo período desejado.

Opere+

Outra grande novidade da marca voltada para pequenos e médios produtores é o Opere+, um app gratuito que fornece informações e instruções sobre a melhor operação das máquinas, disponibilizando dados sobre velocidade, marcha ideal de trabalho, RPM ideal do motor, taxa de produtividade, entre outras informações que vão melhorar a qualidade da operação. Também serve para rastrear em tempo real o equipamento. O app é muito prático, fácil de instalar e simples de usar. Essa solução pode ser usada por qualquer produtor com smartphone, e serve tanto para máquinas pequenas quanto para máquinas grandes. É um passo inicial para o uso da telemetria.

Já para os médios e grandes produtores, uma das novidades é o MYPLMCONNECT, portal de telemetria recentemente lançado pela New Holland que possibilita o melhor controle da frota, dar suporte às operações agrícolas e aprimorar a gestão da propriedade, com dados que podem ser acessados da própria máquina, do escritório ou da tela do smartphone.

Além dos novos T8 e T9 PLM Intelligence, que já saem de fábrica conectados, o cliente New Holland também tem à sua disposição modens que podem ser instalados nas máquinas para fornecer a conectividade necessária e aproveitar todos os recursos que o MYPLMCONNECT pode oferecer, podendo acompanhar, de qualquer lugar, todo o ciclo produtivo a sua propriedade.

T8: potência e qualidade

A nova família T8 PLM Intelligence foi criada para atender as expectativas dos clientes, especialente os grandes e médios produtores, que buscam tratores de alta potência. Entre os benefícios estão: a redução da janela de operação, com maior produtividade; diminuição dos custos fixos e gastos com mão-de-obra com a melhor performance do trator; conectividade e telemetria para maior controle e disponibilidade; mais conforto e ergonomia para o operador, com uma cabine com visibilidade 360 graus amigável e controles intuitivos.

Outra novidade é a transmissão Full PowerShift Ultra Command™ 21x5, que vai equipar os tratores T8.430 e T8.440. Com novos componentes e processos de montagem, a nova transmissão proporciona maior robustez e durabilidade, suportando mais peso e potência, além de garantir o máximo de conforto e eficiência. O conjunto conta ainda com o modo Autoshift (GSM), que controla a velocidade do trator e escolhe a melhor rotação do motor com a marcha adequada para a carga do implemento.

Já o eixo dianteiro, classe V, possui menor raio de giro, com ângulo de articulação máximo de 55 graus, que permite mais versatilidade e maior produtividade. A transmissão 21x5 conta com maior distância entre eixos, oferecendo melhor equilíbrio de transferência de carga e maior tração para aplicações exigentes de barra de tração pesada, evitando o efeito "galope" durante as operações.

As novas luzes de trabalho LED do T8 são perfeitas para aumentar a disponibilidade de uso do trator. Possuem maior luminosidade, durabilidade e menor consumo de energia, transformando a noite em dia. Essas características fazem do T8 um trator bastante utilizado nas áreas de cultura de soja, milho e algodão, mas também no cultivo de cana.

T9: força e conectividade

Já o T9 PLM Intelligence - máquina consagrada no mercado de tratores de alta potência - é um equipamento que atende às mais exigentes demandas de plantio e preparo de solo, mesmo com os maiores e mais pesados implementos. A nova geração do trator, que é articulado, agora está preparada para a era digital e conectada, atendendo todos os perfis de clientes, desde os que buscam maior performance com baixo custo àqueles que valorizam conectividade e serviços. Trata-se de uma máquina ideal para médias e grandes áreas e voltada para produtores que buscam a melhor performance com baixo custo operacional.

Outra característica do T9 PLM Intelligence é a nova cabine, com design remodelado. Ela foi projetada para oferecer o mais alto nível de conforto e simplicidade de operação, com controles intuitivos de última geração que podem ser facilmente customizados dependendo da operação a ser realizada.

O T9 PLM Intelligence é um trator voltado, por exemplo, para o preparo de solo, especialmente em culturas do Cerrado, como soja, milho e algodão. Por sua força, robustez - e contando com tração integral - é a máquina ideal para puxar plantadeiras maiores, por exemplo. A máquina conta ainda com controle de insuflagem em tempo real dos pneus, podendo ser aplicado também em implementos com pneus. É possível monitorar até 16 pneus simultaneamente. O sistema pode ser programado para emitir alertas em caso de baixa pressão.

PLM Intelligence

Conforme explica o diretor de Marketing de Produto da New Holland Agriculture para a América do Sul, Claudio Calaça, a nova arquitetura do PLM Intelligence integra um conjunto de soluções nunca apresentado pela marca no Brasil, visando atender às necessidades diárias dos agricultores. "Essas ferramentas são mais intuitivas e de alto desempenho. Além disso, permitem conectar o cliente a ferramentas de suporte remotas, em tempo real", observa.

O PLM Intelligence traz três principais e novos componentes: o monitor IntelliView 12™, a antena PLM Cygnus™ e o modem de processamento de dados e conectividade P&CM. O IntelliView 12 tem como característica ser a principal interface entre o operador e as funções da máquina. O monitor possui uma tela colorida de 12 polegadas do tipo multi touchscreen e uma nova estrutura de menu e funcionalidades, baseada nas interfaces de tablets.

"Esta interface foi construída visando melhorar a experiência do operador durante a jornada de trabalho. Além disso, o monitor possui tela integral de vidro e de alta definição que permite uma leitura fácil e rápida em qualquer condição de luminosidade", diz Marco Milan, especialista para PLM da New Holland Agriculture.

A antena PLM Cygnus, por sua vez, promove uma compensação de terreno confiável e consistente para uso do piloto automático e outras funções de agricultura de precisão, mesmo nas condições de operação mais adversas, como próximo a árvores ou em relevos acidentados onde a visibilidade dos satélites é baixa. Esse modelo de antena é compatível com multi-constelações de satélites, permitindo receber sinais do GPS, Glonass, Galileo, QZSS e Beidou para cálculo da posição do trator, aumentando a disponibilidade de sinal para trabalho.

Módulo de processamento

No coração de toda essa nova arquitetura PLM Intelligence está o P&CM (Módulo de Processamento e Conectividade, na sigla em inglês). Trata-se do centro de processamento para todas as funções de agricultura de precisão e piloto automático da máquina, assim como o ponto de partida para a conectividade do veículo. Inicialmente, a conectividade dos tratores T8 e T9 será por meio de um SIM Card 4G interno. O potente processador quad-core de 1,5 GHz e uma memória de 64 GB garantem velocidade e memória necessárias para o processamento das informações e capacidade de execução das tarefas no campo.

O P&CM permite ainda o uso de ferramentas remotas para fins de suporte técnico, como o Remote Display e o Remote Service Tool, eliminando a necessidade de deslocamento até o veículo para fins de diagnóstico de falhas e versões. Todos os tratores T8 e T9 PLM Intelligence sairão de fábrica com 3 anos de assinatura avançada do pacote de telemetria MYPLMCONNECT, Remote Display e Remote Service Tool.

Gustavo Taniguchi, diretor de Marketing Comercial da New Holland Agriculture para a América do Sul, lembra que a marca é full liner e vem acompanhando a evolução do agronegócio brasileiro, buscando oferecer as soluções inovadoras que sejam eficientes e úteis para os nossos agricultores, possibilitando a eles alcançar a produtividade e economia que desejam.

"A New Holland procura sempre entregar a solução ideal para todos os tipos de agricultores, independentemente do tamanho da operação agrícola. Queremos democratizar o acesso à agricultora digital, com uma tecnologia aberta e flexível, que se adapta a todos os tipos de públicos", diz Taniguchi.

Novos portais de telemetria e suporte

O novo conceito de PLM Intelligence lançado pela marca traz, entre outros benefícios, um conjunto de alta tecnologia e capacidade para atender a demanda por agricultura de precisão do campo. "A telemetria embarcada nas máquinas auxilia no planejamento e gestão das fazendas, permitindo a otimização dos recursos, gerando economia de insumos e ganhos de produtividade, além de ser uma aliada do meio ambiente, por evitar, por exemplo, o uso excessivo de defensivos químicos e reduzir a queima de combustível", afirma Claudio Calaça.

As ferramentas embarcadas nos novos tratores T8 e T9, por exemplo, mandam informações diretamente para o portal MYPLMCONNECT, que reúne dados sobre o desempenho da máquina (gestão de frota), dados agronômicos da fazenda, georreferenciados e divididos por talhão, e cruza essas informações com o histórico da propriedade. Com isso, aumenta-se a automação dos processos de integração de dados da fazenda, além de ser uma tecnologia aberta que pode ser usada em outras máquinas, inclusive da concorrência.

O agricultor, por sua vez, pode acessar os dados por meio do portal MYNEWHOLLAND (https://my.newholland.com/brazil/pt-br), um ambiente de interface amigável que lhe permitirá encontrar diversas ferramentas dentro de um único ambiente virtual. Nele o cliente encontrará, entre outras coisas, informações sobre suas máquinas, como manuais de operação, vídeos do PLM Academy e muito mais.

"Acessando a página do portal, o cliente pode fazer o seu cadastro, bem como o cadastro de sua frota de máquinas e equipamentos PLM e, ao registrar um produto, terá acesso a um grande acervo de informações e materiais de conhecimento e suporte relacionados a essas máquinas", explica Marco Milan.

Frota na ponta dos dedos

Outra novidade que a New Holland disponibiliza é o aplicativo MYPLMCONNECT Frota e Fazenda, que está disponível nas lojas das plataformas IOS e Android. Com ele, o agricultor vai poder acessar todos os dados pelo novo portal, tendo uma visualização de forma simples e em tempo real das principais informações operacionais da frota.

As informações que serão disponibilizados no aplicativo e, principalmente, nos portais MYNEWHOLLAND e MYPLMCONNECT estão divididas em três áreas principais: frota, fazenda e dados. Na parte de "frota" ficam consolidadas as informações oriundas das máquinas, como a localização de cada uma, o status de trabalho, o histórico de alertas e os relatórios diários dos status de trabalho.

Na aba "fazenda" é onde ficarão localizadas as informações agronômicas da operação, como mapas de plantio, pulverização, colheita, contornos de talhão e linhas de piloto automático. Já a área "dados" é destinada para a troca de dados entre outras plataformas de agricultura digital e consultores agronômicos interessados nos dados da operação.

"Esses novos portais foram pensados e construídos para dar suporte ao agricultor na tomada de decisão a partir das informações geradas pelos dados vindos de suas máquinas, em tempo real, dentro de um ambiente simples e intuitivo", pontua Calaça.

Além disso, a New Holland também disponibilizará nas concessionárias da marca uma Sala de Inteligência de Serviços (Control Room), que permitirá identificar remotamente falhas e/ou necessidades de manutenção dos equipamentos, antecipando, por exemplo, eventuais correções antes mesmo que a máquina apresente algum problema.

19/10/2021 - AgroBIT Carreira traz o passo a passo de uma profissão bem sucedida no agro

Para quem está dando os primeiros passos no mercado de trabalho ou ingressando na graduação, o AgroBIT Carreira, uma das programações dentro do AgroBIT Brasil Evolution, vai oportunizar uma trilha de experiência com profissionais que vão ajudá-lo nesta trajetória. O evento será realizado nos dias 9 e 10 de novembro próximo, em formato Virtual Experience.



Com o tema "Sua jornada de sucesso no agro", as interações acontecerão de maneira on-line e abordarão as principais áreas e elementos necessários para alcançar uma carreira promissora, seguindo os seguintes tópicos: Graduação, Carreira, Autodesenvolvimento, Técnico, Cliente e Jornada do Executivo.
Para cada um desses momentos, a trilha traz um especialista, começando com a palestra sobre Graduação, que será conduzida pelo consultor e curador do AgroBIT Carreira, Márcio Reis.


Entre suas orientações, Reis vai apresentar o que o estudante deve levar em consideração para começar a construir uma carreira promissora, com foco no agronegócio, já que a jornada acadêmica impacta fortemente na trajetória profissional.


Após a graduação, é hora de seguir os passos de um especialista de Carreira. O consultor da ACE, Marcos Videira, vai dar uma visão das tendências das carreiras no mercado agro. "A partir daí, o participante terá um cenário das carreiras e já pode começar a estruturar isso de maneira intencional", afirma Márcio Reis.
O terceiro bloco, guiado por Adilson Jr, da Efeito Agro, traz a experiência do Autodesenvolvimento, processo que vai permitir ao participante autonomia para seu próprio crescimento. "A carreira tem muito a ver com esse processo de autodesenvolvimento, que pode ser usado na rotina do trabalho", diz Márcio Reis.
O próximo módulo será comandado por Rafael Milleo, da Basf, que vai falar sobre a trajetória Técnica, abordando a importância do conhecimento técnico, que é um grande diferencial na jornada profissional.


O Cliente é outro tópico da trilha de experiência, Luiz Hildebrando, da Lavroterra, vai falar sobre a visão do cliente. Saber o que realmente o cliente precisa, como atender, interagir, são atitudes que provocam uma impressão positiva.


No último módulo a trilha é finalizada com a jornada do Executivo. Foi convidado o executivo José Wellington de Jesus, da ADAMA, que vai contar como construiu sua carreira, seus principais desafios e aprendizados.


O curador do AgroBIT Carreira explica que a trilha de experiência serve para um público variado, desde o estudante até alguém que já está com um nível maduro profissional.


É uma programação que traz o passo a passo para que a pessoa construa sua carreira a partir de um planejamento. "Na realidade, a programação toda conta uma historinha desde o momento que o estudante está na universidade até onde ele pode chegar numa profissão executiva", complementa Reis.
Na 4º edição do AgroBit Brasil Evolution os consultores estarão focados na profissão agro, mas a trilha de experiência pode ser "seguida" por profissionais de outras áreas.
Todos os inscritos no AgroBIT Brasil Evolution podem participar da trilha de experiências do AgroBIT Carreira.


O conceito do Agrobit Carreira foi criado na edição do AgroBIT Brasil Evolution do ano passado. A programação fez sucesso e teve mais de 2 mil seguidores em 2020. Todos os inscritos no AgroBIT podem participar


21/10/2021 - Onda de títulos verdes promete aquecer debate no AgroBit Brasil Evolution

A nova onda de títulos verdes que se espalha pelo setor do agro brasileiro estará no centro das discussões no AgroBIT Brasil Evolution 2021. O evento, que acontece nos dias 9 e 10 de novembro próximo, traz dois painéis "verdes" que vão debater o conceito ESG e Bureau Verde de Crédito Rural, uma regulamentação criada pelo Banco Central.



Os títulos verdes ou "green bonds" estão se tornando amplamente reconhecidos como importantes alternativas de financiamento atrelado ao compromisso com critérios ambientais, sociais e de governança.


Para explicar como os títulos verdes podem render bons resultados ao produtor rural, o AgroBit convidou duas especialistas no assunto.
A gerente do Programa de Agricultura do Brasil na Climate Bonds Initiative (CBI), Lilian Caetano, vai falar sobre ESG, sigla usada para se referir às melhores práticas ambientais, sociais e de governança, e a advogada Ticiane Figueirêdo, especialista em operações financeira que conduzirá o painel Bureau Verde de Crédito Rural.


De acordo com Lilian Caetano, o termo ESG apesar de novo, veio para ficar e deve crescer cada vez mais. "Será um prazer participar do evento e explicar o que é o conceito ESG sob a ótica do mercado de capitais. Falaremos especialmente do título verde, hoje o instrumento de financiamento verde mais consolidado no Brasil. Também abordaremos as várias formas de emissão e o grande potencial do agro brasileiro dentro do mercado de finanças sustentáveis", explica Lilian.

A emissão de um título verde, segundo a especialista, é similar ao processo de emissão de um título de dívida convencional. A diferença, ressalta, está na alocação dos recursos: todo o investimento advindo da emissão de um título verde deve ser 100% direcionado ao financiamento de projetos e/ou ativos elegíveis como verde. "Existe uma gama de investidores sedenta por investimentos de impacto ambiental positivo. E eles sabem que o Brasil é um dos maiores detentores desse tipo de ativos", acrescenta.

"Sabemos que a cobrança dos investidores por uma agricultura sustentável está crescendo, e a tendência é que esse comportamento continue nos próximos anos. Os produtores que entenderem o valor da agricultura sustentável certamente sairão na frente e garantirão seu espaço neste grande mercado", finaliza.


Na América Latina, o Brasil é o segundo maior país em emissões de títulos verdes (somente atrás do Chile) com 10,3 bilhões de dólares, chegando a 11,7 bilhões de dólares se incluirmos social e sustentabilidade.


BUREAU VERDE


O painel do Bureau Verde de Crédito Rural, regulamentação criada pelo Banco Central do Brasil, será conduzido pela advogada Ticiane Figueirêdo, especialista em operações financeiras, com MBA em Agronegócio. Também participam do painel Marize Porto, da Fazenda Santa Brígida (GO), e o gerente de Desenvolvimento do Agronegócio da Sicredi União Paraná/São Paulo, Vitor Pasquini.
O Bureau Verde permitirá que as instituições financeiras verifiquem critérios socioambientais para a concessão de financiamentos para agricultores e pecuaristas.
A regulamentação traz importantes diretrizes para o crédito rural. "A regulamentação servirá de parâmetro para padronizar análises atreladas a critérios ESG (ambientais, sociais e de governança)", avalia Ticiane Figueiredo.
Ela vai explicar aos participantes do evento, por exemplo, o que esse novo sistema trará de mudanças dentro da porteira, quais os empreendimentos poderão ser financiados e o que diz a regulamentação do BC, entre outras questões de interesse do produtor e pecuarista.
Em resumo, afirma Ticiane Figueirêdo, o Bureau Verde traz critérios de sustentabilidade aplicáveis na concessão do crédito e, também, na classificação de empreendimentos.

Fazenda Santa Brígida: modelo de sustentabilidade

A Fazenda Santa Brígida, no município de Ipameri, Goiás, se transformou, nos últimos 15 anos, em uma vitrine de tecnologias sustentáveis. Modelo de sustentabilidade da Rede ILPF - Integração Lavoura, Pecuária e Floresta - a fazenda é da dentista em ortodontia Marize Porto, que estará contando sua experiência no painel Bureau Verde de Crédito Rural.
Para entender a trajetória da fazenda é preciso voltar um pouco no tempo. Mãe de três filhos, Marize ficou viúva em 2002 e precisou assumir o comando da propriedade algum tempo depois.
"Agronegócio, fazenda, pecuária, mecanização eram atividades que não faziam parte do meu vocabulário. Isso mudou quando me deparei com a dura realidade de ser pai e mãe de três filhos adolescentes e ter que decidir entre vender ou assumir a fazenda da família, cuja realidade eram solos que se encontravam em estado de total degradação, improdutivos e gerando prejuízos", conta ela.
Por não ser do ramo, e em um cenário onde suas preocupações eram apenas filhos a criar e contas a pagar, ela procurou conhecer a dinâmica de uma propriedade rural. "Entendi que haviam diversos desafios: os impostos pelo clima e mercados, a complexidade das tecnologias disponíveis e acima de tudo a viabilidade econômica daquele negócio", conta.
Neste processo de aprendizado Marize teve diversas experiências marcantes. "Conheci a Embrapa e vários dos seus excelentes pesquisadores, me deparei com a irritante burocracia do nosso sistema de crédito rural e com a baixa qualificação da mão de obra do setor, entre outros fatores. Felizmente encontrei o que me parecia ser ao mesmo tempo revolucionário e a solução para os meus problemas na fazenda: nascia naquele momento a jornada da Integração Lavoura Pecuária Floresta, na Fazenda Santa Brígida", recorda.
Após 15 anos de sistemas integrados ela pode dizer que saiu de um estado muito crítico, de terras improdutivas, para uma situação de alta produtividade de grãos e carne por hectare/ano.
Tudo isso associado a uma floresta plantada que alia o fator econômico ao ambiental, proporcionando o conforto animal e sequestrando e fixando os gases efeito estufa emitidos por eles, equilibrando assim o ambiente. "Isto proporciona um produto sustentável, rastreável e certificável, que chegará à mesa de um consumidor cada vez mais exigente com a qualidade dos alimentos e as circunstâncias ambientais que eles foram produzidos", completa Marize.
E fechando o conceito de sustentabilidade tem o fator social, com investimentos em saúde, educação e qualificação dos seus colaboradores. "Aliás esta será a agropecuária do futuro: sustentável do ponto de vista Ambiental, Social e Econômico, remunerando os investimentos dos produtores com a comercialização desses serviços ambientais. Com a ILPF é possível produzir, preservar e prosperar".

28/09/2021 - AgroBIT Brasil Evolution apresenta o potencial transformador da Agroinovação

O AgroBIT Brasil, um dos maiores eventos do país com foco em inovação para o agronegócio, chega em sua quarta edição com muitas novidades e a participação de especialistas nacionais e internacionais que irão apresentar os principais cases, soluções, tendências e oportunidades do setor. Garanta sua inscrição com descontos até o dia 28/09 no site https://www.agrobitbrasil.com.br/inscricao.



O evento tem como objetivo principal discutir o potencial transformador das inovações e tecnologias em Agricultura e acontecerá nos dias 9 e 10 de novembro de 2021, no formato Virtual Experience, das 8h30 às 18 horas. Um fato curioso, para aqueles que ainda não sabem, é que nas edições presenciais o evento leva o nome de AgroBIT Brasil e nas edições digitais AgroBIT Brasil Evolution, seguindo as tendências do setor.


O evento, que vem se tornando tradicional no setor do agro, é realizado pela Sociedade Rural do Paraná, Sebrae, FB Group - Eventos e?Agro?Valley Londrina. Possui também várias instituições importantes e renomadas de todo Brasil como apoiadoras.
Pensado estrategicamente para promover parcerias e networking dentro do universo?agro, o AgroBIT reúne líderes, produtores e empresários rurais, cooperativas, sindicatos rurais e entidades, agroindústria, profissionais de agricultura de precisão, investidores, provedores de solução e tecnologia, pesquisadores e universidades, empreendedores e startups, influenciadores do?agro, embaixadas de outros países interessadas em fazer negócios com o Brasil e profissionais de todo o país para desenvolver e acelerar o agronegócio.
"Serão dois dias de intensa programação, conteúdo exclusivo de palestras de alto nível, distribuídas em três arenas simultâneas - AgroFuturo, AgroBIT Carreira e SmartFarm Mapa conecta", explica a coordenadora geral do AgroBIT Brasil Evolution, Daiana Bisognin Lopes.


De acordo com Daiana, a programação irá debater as agroinovações aplicadas ao dia a dia do produtor rural com imersão na jornada que inicia no manejo do solo passando pelas culturas, aplicação de defensivos, controle biológico, irrigação, genética, colheita, armazenamento, logística, rastreabilidade, marketplace, exportações e outros temas importantes como Bureau Verde, ESG, Sucessão familiar, foodtech, cooperativismo entre outros.

"São tecnologias e novas técnicas que otimizam o uso dos insumos agrícolas e permitem maior segurança na tomada de decisão do produtor rural. Diante disso, o evento propõe mostrar todos esses avanços e debater de forma inovadora soluções que venham de encontro aos atuais desafios enfrentados pelo agronegócio", acrescenta George Hiraiwa, coordenador da Agro Valley.


OPORTUNIDADES - Com amplo conceito de interatividade e programação robusta, o?AgroBIT?Brasil irá apresentar as principais referências de cases nacionais e internacionais para que os participantes conheçam as oportunidades do futuro do?Agro, afirma Antonio Sampaio, presidente da Sociedade Rural do Paraná, também promotora do evento.


NOVIDADES - Paralelo à programação o AgroBIT traz diversas novidades. Uma delas é a 1º edição do?Agro?Clima Global Summit, tema extremamente relevante num momento em que as mudanças climáticas vêm impactando no agronegócio. O evento irá discutir o impacto das mudanças climáticas na produção agrícola, as tecnologias de dados e previsão e apresentará as oportunidades de aumentar a produtividade da agricultura brasileira no futuro.


SMART FARM MAPA CONECTA- A Smart Farm AgroBIT 2021 será realizada em parceria com o Ministério da Agricultura e será uma verdadeira imersão no empreendedorismo brasileiro. Este ano a Smart Farm será mais interativa e com muito mais oportunidades para as startups.
Durante o evento vai acontecer uma batalha de pitches ao vivo. A competição será em três fases, em que as melhores startups selecionadas têm a oportunidade de apresentar seus projetos para uma banca de especialistas, potenciais investidores e para o público em geral do evento. A competição resulta na entrega de premiação para o 1 o, 2 o e 3 o lugar. Segundo Fabrício Bianchi, gerente Regional do SEBRAE - Londrina, esta é uma ótima oportunidade para as startups se conectarem com os principais investidores do Brasil.


AGROBIT CARREIRA - O?AgroBIT?Carreira é uma programação voltada para recolocação e desenvolvimento de profissionais do?Agro no mercado de trabalho. As interações acontecerão de maneira on-line e serão guiadas por uma trilha de aprendizagem na qual será abordada as principais áreas e elementos necessários para alcançar uma carreira de sucesso no agro.


PRÊMIO PRODUTOR RURAL - As novidades não param por aí, o Prêmio Produtor Rural 4.0, tem como objetivo reconhecer produtores rurais que utilizam inovação e tecnologia em seus processos, serviços ou produtos que contribuem de forma efetiva no aumento de resultados e produtividade e/ou redução de custos no campo.


PAINEL DAS MULHERES DO AGRO - Pelo segundo ano consecutivo o AgroBIT homenageia as mulheres do agro com um painel exclusivamente dedicado a elas.

VITRINE TECNOLÓGICA - Empresas e instituições renomadas do setor estarão presentes no evento e terão espaços exclusivos na programação. Feira virtual, demonstrações de dia de campo, apresentações, debates e interações na sala de networking e aplicativo vão facilitar a aproximação do público com todas as novidades e oportunidades do setor.


HOSPITAL DO CÂNCER - Além de todas as vantagens já mencionadas, a participação no AgroBIT vale uma doação para o Hospital do Câncer de Londrina. Será repassado R$1,00 ao HCL por participante que completar a jornada do evento.

Durante o evento o participante também poderá doar a quantia que desejar por meio do estande virtual da instituição ou QR Code que irá aparecer na tela durante a transmissão. Essa é a oportunidade de participar de um grande evento e também ajudar quem precisa.

SERVIÇO
Evento: Agrobit Brasil Evolution

Quando: 9 e 10 de novembro 2021

Inscrições: https://www.agrobitbrasil.com.br/inscricao

Assessoria de Imprensa

Vera Barão

VBcomunicação

---------------------

(43) 99989-1968

Agrobit Brasil | Todos os direitos reservados | Política de Privacidade